Machine Woman.

Arte autoral e exclusiva de Sue Maistro. Fala sobre os desdobramentos do feminino no existir. Sobre o que quebramos em nós mesmas para sermos muitas. Adiciona a arte, uma parte, como peça exclusiva: a foto de uma tatuagem aplicada em uma mulher (criada e aplicada por mim mesma) em outra arte sobre equilíbrio entre coração e cérebro. Somos muitas, em uma. E ainda falta.